Como Ganhar Dinheiro Com Uma Loja Virtual – Confira agora!

Saber como ganhar dinheiro com uma loja virtual é certamente uma alternativa para pequenas e médias empresas cortarem custos e com isso superar a crise nesses momentos da economia nacional.

Saber como ganhar dinheiro com uma loja virtual é certamente uma alternativa para pequenas e médias empresas cortarem custos e com isso superar a crise nesses momentos da economia nacional.

A internet nos ensina: “loja virtual é um site que faz da internet seu canal de negociação, objetivando a venda de produtos e serviços a clientes online”.

Ganhar dinheiro com esse canal de negociação é fácil, possível e lucrativo. Desde que siga os famosos passo a passo já trilhados por aqueles que tiveram sucesso nesse empreendimento. Que são muitos. Direto ao assunto:

Veja como ganhar dinheiro com uma loja virtual e quais são os principais pontos a serem observados na hora de montar um e-commerce e ter sucesso

  • Encontre um bom nicho de mercado
  • Capacite-se, participando de cursos e aulas afins.
  • Planeje seus objetivos
  • Verifique atuação da concorrência para o negócio em análise
  • Estude e acompanhe o comportamento dos preços do negócio pretendido, pois, mais do que no comércio presencial, o seu preço tem de ser realmente muito competitivo e transparente, pois, virtualmente, os clientes navegam com muito mais fluência e, por conta disso, tem acesso a um maior número de ofertas e condições de pagamento.

Realizada essa primeira parte, já está na hora de:

  • Escolher uma plataforma (a página da web do seu fornecedor)
  • Criar o site
  • Criar categorias
  • Cadastrar produtos

Antes de continuar, responda a estas perguntas elementares: pretende trabalhar com estoque ou sem estoque? Com fornecedor nacional ou estrangeiro? Gratuito? Pago? Já escolheu as ferramentas de pagamento?

Caso pretenda ganhar dinheiro com um site de transação comercial, aprenda a responder a essas perguntas. Se ainda não sabe, fique tranquilo, pois lhe daremos a seguir.

Pela forma tradicional, trabalhar com estoque, exige que você produza ou compre os tais produtos. Feito isso,

Divulgue a sua loja

De tudo que a tecnologia disponibiliza, use sem dó nem piedade. Vá à luta mesmo! A divulgação é responsável por 70% de obtenção de bom êxito nesse tipo de empreendimento, então, use e abuse dos blogs, links patrocinados, redes sociais (facebook principalmente) e-mail marketing e otimização de buscas, também conhecido pelo pessoal do marketing digital pelo nome de SEO.

Observe esta simulação:

Eis que o cliente entrou na sua página da web! E já começa a navegar pelo site. Veja só, está carregando o carrinho neste exato momento. Puxa, está começando o seu faturamento. Esse cliente é dos gastadores, pois, não é que navega por todas as páginas, e não para de encher o carrinho?

Agora, no checkout, finalizando a compra.

O sistema do canal de comercialização realiza uma revisão sobre os produtos que estão sendo adquiridos. Verifica valores, frete, prazo de entrega. Feito isso, efetua-se o pagamento, pelo PagSeguro, cartão de crédito, boleto, débito em conta. E a transação no seu site está concretizada.

Chega a sua vez de dar sequência na negociação:

  • Recebimento do pedido.
  • Verificação dos pagamentos: boletos, cartões, depósitos bancários, etc.
  • Separação dos pedidos
  • Conferência e separação.
  • Embalagem
  • Emissão de notas fiscais eletrônicas e etiquetas
  • Despacho das mercadorias

E o mais importante!

  • Monitoramento da entrega do pedido

Com certeza, após essa simulação de funcionamento de seu negócio on line, ficou patente a rapidez, a comodidade e a segurança da sua empresa. Entretanto, essas benesses serão possíveis seguindo este beabá:

  • Escolha de uma plataforma que possa te atender no longo prazo para que tenha segurança no seu negócio.

A plataforma é uma das primeiras e mais importantes decisões a serem tomadas por uma pessoa que deseja montar sua loja virtual.

Outra pergunta: por qual tipo de plataforma você optou?  Gratuita, de código fonte aberto ou paga?

Nem precisava dizer, mas, a gratuidade sempre traz um viés inconveniente que te faz analisar se vale a pena. Customizar a sua página dentro da gratuidade, nem pensar.

Se você já possui amplos conhecimentos a respeito da sua plataforma escolhida ou tenha condições de manter um especialista nesse assunto, as de código de fonte são as indicadas, porém, esqueça o suporte do distribuidor.

Por outro lado, se estiver disposto a dividir um pouco o seu faturamento, pagando pela plataforma, terá em contrapartida a customização da sua loja, dando-lhe um suporte nota dez.

Na escolha pelas ferramentas de pagamento, à disposição são oferecidas três opções para recebimento on line: pelos intermediadores de pagamentos, gateways de pagamento e a integração direta com a adquirente.

  • Para quem está começando no ramo, indicam-se os intermediadores.
  • Apesar de cobrarem mais barato, os gateways não garantem, como os intermediários,

o risco de fraude e de inadimplência.

  • Com a modalidade de pagamento pela integração direta com a adquirente há uma prestação de serviço muito semelhante ao dos gateways, mas, os especialistas recomendam para lojistas mais experientes.

Outros fatores importantes que os especialistas orientam são:

  • Quanto às fraudes, pois, nas vendas não-presenciais essa é responsabilidade do lojista.
  • Quanto à segurança na proteção dos dados dos seus clientes.
  • Quanto ao marketing, no que tange à captação de clientes, qualidade no conteúdo apresentado, na utilização das redes sociais, nas ferramentas de anúncios, como o google adwords, na constante conversão, e e-mail marketing.

Para finalizar este artigo, responderemos aos últimos questionamentos que possam lhe clarear seus intentos de empresário on line.

Um Negócio sem estoque ou Como Afiliado

Trabalhar sem estoque, conhecido como drop shipping, pode ser traduzido por “trabalhar sem dinheiro”, afinal, o estoque é o primeiro investimento a se fazer, de fato, numa loja virtual tradicional. No drop shipping, o lojista vende pelo “mostruário” (a página da web), solicita e paga o produto ao fornecedor. A embalagem e entrega do produto fica por conta do fornecedor.

Essa forma de loja virtual pode ser feita com produtos de fornecedores nacionais ou estrangeiros, sendo muito comum nesse último caso, trabalhar com fornecedores chineses.

Empreender nesse ramo como um afiliado de grandes lojas, como a Submarino, Americanas, Shoptime Método e Lomadee, tem sido muito frequente e em grande crescimento.

E, então, que tal criar uma loja virtual? Como Ganhar Dinheiro na Internet de Verdade

Ferramentas De PRODUTIVIDADE para seu NEGÓCIO Online

Ebook 30 Ferramentas Para Seu Negócio!
Seu Email esta 100% seguro.